FEMINOT E A MULHER

Gritos de júbilo das alunas da Escola Politécnica
Feminina de Nacala Porto transcenderam o coliseu, no dia 7 de Abril, pela
comemoração do dia da Mulher Moçambicana.A Escola Feminina de Nacala Porto em Moçambique
caracteriza-se por dar uma formação integral às raparigas, situada no norte do
país, acolhe alunas de todas as regiões, nesta Instituição a mulher vibra pela
sua criatividade, beleza e sabedoria.
O dia iniciou com as palavras de acolhimento da Ir.
Maureen Mora Aguero, diretora da escola. A programação impregnada de
apresentações festivas, teve como momento extraordinário a apresentação do
primeiro numero do jornal FEMINOT, como um pequeno instrumento e espaço para as
alunas exprimir as suas opiniões, criatividade e  habilidades.A entrevista a duas pessoas queridas da escola: a
ex-aluna Berta Matuta, e Dona Maria de Jesus, mãe e amiga da escola, realçou o
dia; os conselhos de valorizar o estudo e de aproveitar da oportunidade de ter
uma boa educação fornecida pelas irmãs e membros da instituição não faltaram, e
foram bem acolhidos pelas alunas.Os cânticos, as danças, os gritos de guerra de cada
turma, além dos desenhos, do desfile de moda de capulana, embelezaram o dia. Um dia diferente, e uma luta constante: formar uma
mulher! 
Share Button