Daniel Comboni – Fundador

DANIELE COMBONI
Apóstolo, Pai e Profeta

Apóstolo


Um único conceito resume toda a vida de Daniel Comboni e o engloba  envolve alma e corpo, dando sentido a todo o seu ser e agir: a Missão, a evangelização da África Central, um sonho que naquele tempo parecia uma utopia. Mas a esta vocação, Comboni dedicará todos os seus esforços até o último suspiro que, de fato, exalará precisamente no coração da África.

 

Pai

Como missionário, Comboni  se considerava irmão dos africanos, filhos do mesmo Deus Pai. A missão, porém,  o tornava sobretudo pai, das primeiras Igrejas da África Central e dos dois Institutos exclusivamente missionários fundados por ele. A sua figura carismática continua a inflamar os corações dos jovens e a despertar novas vocações para o serviço da Igreja missionária.

 

Profeta


O profetismo de Daniel Comboni assumiu aspectos diversos, mas complementares:
  • Testemunha – com a palavra e com as obras do amor misericordioso de Deus que em Cristo salva todos os povos.
  • Precursor – Comboni não foi somente um dos pioneiros da missão da África Central da sua época, o seu conceito global de missão é de grande atualidade sobretudo hoje.
  • Mártir – no corpo e no espírito, pregado misticamente na cruz como o seu Senhor, caído no solo da sua África como o grão de trigo. Um martírio que o torna mestre de espiritualidade missionária.

ETAPAS de uma VIDA
limone_nord
15/3/1831

Daniel Comboni nasce em Lime sul Garda (Itália)
  • 20/2/1843
    Entra no Instituto fundado pelo Padre Nicola Mazza para “acolher e educar os jovens pobres”
  • 6/1/1849
    Jura na presença do Padre Mazza de consagrar-se à missão da África Central por toda a sua vida.
  • 31/12/1854
    É ordenado sacerdote
  • 10/9/1857
    Primeira viagem de Daniel Comboni à África Central.
  • 15/1/1859
    Os Missionários do Padre Mazza decidem abandonar a missão de Santa Cruz.
    Comboni esgotado pelas febres, regressa à Itália.
  • 12/1/1861
    Vai a Adem para resgatar alguns jovens escravos africanos e os leva a Verona para educá-los.
  • 15/9/1864
    Em Roma, enquanto reza junto ao túmulo de S. Pedro, sente-se inspirado a escrever o Plano para a regeneração da África.
  • 18/9/1864
    Dia da beatificação de Margarida Maria Alacoque. Apresenta o Plano ao Cardeal Prefeito de Propaganda Fide.
    No dia seguinte, apresenta-o a Pio IX.
  • Diciembre 1864
    Viagens de animação missionária com a finalidade de apresentar o “Plano” em Turim, Lion, Paris, Colônia e Londres..
  • 13/4/1866
    O Instituto Mazza renuncia ao seu empenho de trabalho missionário na África. Comboni decide fundar uma Sociedade missionária própria.
  • 1/6/1867
    Funda em Verona  o Instituto Missionário para a África, no contexto da Obra do Bom Pastor, uma Associação missionária internacional.
  • 29/11/1867
    Zarpa de Marselha para o Cairo com três camilianos, três irmãs de S.José da Aparição e dezesseis jovens africanas.
    No Cairo abre dois Institutos (masculino e feminino), sempre conforme a linha do Plano.
  • 7/7/1868
    Inicia uma viagem de animação missionária pela França, Alemanha, Áustria e Itália.
  • 23/5/1869
    Abre uma terceira casa no Cairo para uma escola com professoras africanas.
  • 24/6/1870
    Prepara um documento para apresentar aos Padres Conciliares:”Postulatum pro Nigris Africae Centralis”.
    Fá-lo acompanhar de uma carta assinada por muitos Bispos e aprovada pelo Papa Pio IX.
  • 14/9/1871
    Durante o Congresso dos Católicos Alemães em Magonça, fala sobre o tema “África ou morte”.
  • 1/1/1872
    Comboni funda em Verona o Instituto das Pias Madres da Nigricia.
    No mesmo mês dá início a sua revista missionária “Os Anais do Bom Pastor”.
  • 26/5/1872
    Comboni é nomeado pró-vigário da África Central.
  • 11/6/1872
    Pio IX confia a Missão da África Central ao Instituto de Comboni.
  • 26/1/1873
    Comboni parte do Cairo e chega a Cartum e ao Cordofão. Da expedição fazem parte pela primeira vez, também religiosas européias.
  • 11/5/1873
    Homilia programática de Comboni em Cartum.
  • 15/10/1876
    Recebe em Verona a profissão religiosa das primeiras Pias Madres da Nigrícia.prime-suore
  • 12/8/1877
    Sagração episcopal de Monsenhor Comboni como Vigário da África Central.
  • 15/12/1877
    Parte para a África com uma nova expedição missionária: cinco sacerdotes, seis irmãos e cinco Pias Madres da Nigrícia.
  • Abril 1878
    Funda a aldeia cristã de Malbes, habitada por famílias cristãs educadas na missão.
  • 30/7/1881
    Parte para Cartum com o propósito de submeter a Rauf Paxá um plano para a abolição definitiva  do tráfico de escravos na região nubana.
  • 5/10/1881
    Atingido por febres altas, em poucos dias a vida do Apóstolo da África vai chegando ao fim.
  • 10/10/1881
    Morre em Cartum às 22 horas, rodeado por seus missionários e missionárias.
    Em 1885 o túmulo de Comboni é profanado pelos mahdistas.
  • 1927
    É introduzida, em Verona, a causa diocesana da sua beatificação e canonização.
  • 6/1/1969
    Reconhecimento canônico de um terceiro Instituto que se inspira à espiritualidade de Comboni: As Missionárias Combonianas Seculares
  • 17/3/1996
    Solene Beatificação de Daniel Comboni na Basílica de São Pedro em Roma.
  • 5/10/2003O Beato Daniel Comboni é canonizado por João Paulo II na Basílica de São Pedro em Roma.