Ir. M. Giuseppa Scàndola

A Ir. M. Giuseppa Scàndola, filha legìtima de Antònio e de Giuseppina Leso, nasceu em Boscochiesanuova (Verona) – Itália, a 26 Janeiro de 1849.
A sua infância e juventude foram caracterizadas por uma grande simplicidade e pureza de coração, frutos de um profundo espírito de oração.
Daniel Comboni, fundador das Irmãs Missionárias Combonianas “Pie Madri della Nigrizia”, encontrou –a por acaso, pela primeira vez em Erbezzo (Verona) e mais tarde em Boscochiesanuova, sua terra natal. Comboni vendo nela a semente de vocação, confiou-lhe todo o desejo que lhe ardia em seu coração: fundar um Instituto de Irmãs para África.
Marietta Scàndola deixou-se conquistar deste grande ideal missionário. Ela foi, a segunda Irmã do Instituto das Irmãs Missionárias Combonianas e foi uma das cinco primeiras a partir para a missão em 1877.
Consagrou toda a sua vida à evangelização dos Africanos mas em modo especial àqueles do Sudão. A Berber, El Obeid, Cartum, Scellal, Cairo, Assuão, Lul, a Irmã M. Giuseppa distinguia-se pela sua capacidade de amor e doação, características próprias de um coração missionário. A sua oblação não conhecia limites nem fronteiras e chegou ao ponto de oferecer a sua vida em troca daquela de um jovem missionário, P. Giuseppe Beduschi, podendo ele assim continuar o seu ministério apostólico ainda durante muitos anos.
Com esta sua oferta a Irmã M. Giuseppa ensina-nos que “não há maior prova de amor do que dar a vida pelos irmãos” e que a “verdadeira vida è conhecer o Pai e Jesus Christo seu Filho que quer que todos sejam salvos”.
Para isto ela viveu, sofreu, rezou e morreu no dia 1 de Septembro de 1903 em Lul (Sudão)
ORAÇAO
Deus, Pai Onipotente e Misericordioso, pelos méritos de Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem e por intercessão de Maria, Mãe da Igreja e Medianeira de todas as graças, dignai – Vos glorificar a Ir. Maria Giuseppa Scàndola, missionária fiel e heróica, que dedicou toda a sua vida à difusão do Vosso Reino em África, especialmente na Missão do Sudão.
Eu vos louvo por tudo o que ela fez e sofreu em união convosco e peco- Vos que pela sua intercessão possais receber a minha oração concedendo-me a graça que agora Vos peço…, se for para a Vossa glòria e para o bem de toda a Igreja.
Três Glorias à S.S. Trinidade

Pode imprimir-se Antonio Buoncristiani, Bispo
Pedimos que quem recebesse graças por sua intercessão, da comunicar à Irmãs Missionárias Combonianas
V.le Tito Livio, 24 00136 – ROMA, Italia